Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018
INÍCIO DO HORÁRIO DE VERÃO VOLTA A SER DIA 4
Governo Federal voltou atrás da decisão
Image title

Na noite de segunda-feira (15), o Governo Federal afirmou que voltou atrás da decisão de adiar o início do horário de verão para não coincidir com as provas do Enem.


Isso quer dizer que, à meia-noite de sábado (3) para o domingo (4), os moradores de dez estados e do Distrito Federal deverão adiantar o relógio em uma hora. Assim, os moradores dos demais estados do Brasil ficarão uma hora a menos em relação ao fuso horário anterior.


No total, o país terá quatro fusos horários diferentes, mas o horário de fechamento dos portões para o início da prova do Enem acontecerá na mesma hora, seguindo o horário de Brasília: 13h. Quem se confundir com o horário local e chegar atrasado perderá o exame.




QUAIS ESTADOS PRECISAM ADIANTAR O RELÓGIO NO DIA 4?

Segundo o decreto, dez estados, além do Distrito Federal, precisarão adiantar o relógio em uma hora.

- Região Sul: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná

- Região Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais

- Região Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal

- Como o horário local em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul atualmente já está uma hora atrás de Brasília, essa diferença continua igual. Isso quer dizer que o fechamento dos portões nesses dois estados acontece às 12h do horário local.


Entenda a mudança no horário de verão

Em setembro, o Ministério da Educação chegou a pedir o adiamento do início do horário de verão para evitar prejuízos aos estudantes que farão o Enem nos dois domingos de 4 e 11 de novembro. O argumento é que a necessidade de adiantar os relógios em uma hora pode confundir os candidatos.


O ministro da Educação, Rossieli Soares, chegou a comemorar a mudança de data na página dele no Facebook. Em 3 de outubro, ele escreveu: "Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria em prejuízos aos participantes".


De acordo com a Casa Civil da Presidência, o decreto que faria a alteração para o dia 18 não foi publicado no “Diário Oficial da União”.


“Conforme decreto assinado pelo presidente Michel Temer, o horário de verão começará no dia 4/11. Não haverá adiamento”, informou a assessoria da Presidência.

Fonte: G1



Fonte: Inside Vip





Viena


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar