Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019
PANORAMA REGIONAL DA DOENÇA
A maior concentração de casos da região está localizada em um trecho de 80km da Rodovia Anhanguera
Image title

A maior concentração de casos da dengue da região está localizada em um trecho de 80km da Rodovia Anhanguera, que abrange as cidades de Orlândia, São Joaquim da Barra, Guará e Ituverava. Juntas, elas somam mais de 1700 casos suspeitos da doença e quase 300 confirmados, lembrando que o número é calculado apenas com os pacientes que deram entrada nas unidades de atendimento.


A 1ª cidade da trilha (pela quilometragem) é Orlândia, que desde o começo do ano conta com 58 casos confirmados, mais que o dobro de casos registrados ao longo de todo ano passado.


Logo após vem São Joaquim da Barra, a cidade com maior número de notificação, 105 casos confirmados e 225 suspeitos. Desde o começo do ano 4 pessoas já morreram por suspeita da doença, dentre elas, uma criança de 9 anos.



Guará vem em seguida, com 82 casos suspeitos. Os exames ainda aguardam os resultados, mas o índice de suspeita já é considerado bem elevado para a cidade.


Por fim, Ituverava, com 29 casos confirmados e incríveis 200 suspeitos, aguardando os resultados dos exames. Ituverava que, junto com São Joaquim da Barra, decidiu adiar o início das aulas da rede municipal, a fim de evitar uma maior proliferação da doença.


PROCEDIMENTO DE ATENDIMENTO

A UPA de São Joaquim da Barra se tornou exclusiva para atendimento de casos da doença. Ao chegar na Unidade o paciente passa uma triagem e é classificado de acordo com a gravidade dos sintomas: Dengue A, a mais comum e menos intensa; B, um pouco mais grave com leves sinais de sangramento; C, desconforto abdominal intenso e vômitos; e a D, a chamada Dengue Grave, onde o paciente já apresenta sinais de choque, como hipotensão e taquicardia, e deve ser encaminhado diretamente para a UTI – Unidade de Tratamento Intensivo.


Após passar pela triagem, o paciente é encaminhado ao médico com um cartão que descreve todos os sintomas e informações do pré-atendimento. Caso o paciente retorne a UPA com novos sintomas, os cartão é atualizado, sendo usado como uma espécie de histórico do paciente.


Lembrando que os demais atendimentos serão oferecidos na Santa Casa inclusive os de urgência e emergência. As Unidades Básicas de Saúde continuarão com a rotina normal, atendendo os pacientes em geral.

Dados: G1



Fonte: Inside Vip





Anuncie


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar