Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017
INGRESSO MAIS BARATO PARA MULHER AGORA É CRIME
A partir de agosto a lei entra em rigor
Image title

A prática comum adotada por casas noturnas de oferecer preços mais baixos e até gratuidade para as mulheres nas baladas acabou. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, determinou hoje (01) que a diferença de valores cobrados nas entradas dos eventos é ilegal.


A partir de agora qualquer estabelecimento que exercer a cobrança desigual de ingressos estará sujeito a multa.


A medida gera polêmica e os motivos por concordar ou discordar são diversos, uns a defendem usando a justificativa de desigualdade no salário entre homens e mulheres que ocupam o mesmo cargo – onde o sexo feminino é muitas vezes desfavorecido, outros se apoiam no princípio da igualdade de gênero, independentemente da situação. Há ainda quem recrimine a atitude pelo fato do “desconto” atrair mais mulheres para os eventos, estimulando atitudes machistas e indesejadas.


E você, é a favor da nova lei? Confira a nota técnica completa no link do Senado Federal.

Fonte: facebook.com/SenadoFederal





Fonte: Inside Vip





Viena


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar