Segunda-Feira, 19 de Setembro de 2016
ARTIGO - SAÚDE FINANCEIRA
Dicas para administração pessoal e da empresa
Image title

Lidar com dinheiro não é fácil para a maioria dos brasileiros.

A situação complica quando se tem que administrar ao mesmo tempo as finanças pessoais e as da empresa, onde a fonte de recursos é a mesma.

O primeiro passo é o empreendedor listar seus gastos com a empresa e as despesas pessoais. O objetivo é ter o domínio sobre quanto custa o seu negócio por mês. É válido mudar planos de celular, internet e saúde, com custos menores para a pessoa jurídica.

Outro ponto é estipular um pró-labore que deve ser definido respeitando os custos mensais do empreendimento. É importante que seja estabelecido qual será o percentual de ganhos que será reinvestido na empresa. Não são raros os casos de empresas que “quebram” quando tentavam expandir suas atividades.

Por fim, é inevitável pensar no futuro pessoal e nas incertezas econômicas. A pessoa física tem que estabelecer uma reserva mensal pessoal, enquanto a pessoa jurídica tem que definir reserva mensal para a empresa. Pelo menos 10% do ganho mensal devem ser poupados com o objetivo de utilizar este valor como capital de giro ou para reinvestimento na empresa. E no campo particular, lembrar-se das férias, aposentadoria ou doenças e outros imprevistos.

A partir desses pontos ficará mais fácil perceber o quanto esta mistura de dinheiro pode ser onerosa às economias particulares e ao seu negócio.
Criando-se uma rotina financeira, vai ser possível desenvolver o hábito de ordenar o dinheiro de forma coerente e ter controle de suas economias, com rendimento real em ambas as contas.





Viena


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar