Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019
EM IPUÃ, MULHER É SUSPEITA DE MATAR MARIDO A FACADAS
Segundo ela, 14 golpes no homem para se proteger de socos
Image title

Uma mulher de 36 anos foi presa suspeita de matar o marido a facadas em Ipuã na segunda-feira (9). Segundo a Polícia Civil, o homem de 42 anos recebeu ao menos 14 golpes, chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu.


Ao confessar o crime, a mulher disse em depoimento que agiu em defesa própria, de acordo com o delegado responsável pelas investigações, Gustavo de Almeida Costa.


A suspeita foi levada para a cadeia pública de Franca antes de ser encaminhada para audiência de custódia e poderá responder em liberdade caso a Justiça entenda que houve legítima defesa, segundo Costa.


O homem foi esfaqueado no Jardim Barbosa depois de um desentendimento do casal durante a tarde de segunda-feira. Uma faca de cozinha, segundo a Polícia Civil, foi usada no crime.



Segundo o delegado, foi a própria mulher da vítima quem o levou ao hospital, a partir de onde o crime chegou ao conhecimento das autoridades.


O homem chegou a ser atendido pela Santa Casa de Franca e foi submetido a cirurgias, mas não resistiu.


Levada à delegacia, a suspeita alegou ter desferido 14 golpes no homem para se proteger de socos que ela sofreu logo depois que ele chegou em casa. A mulher também mencionou que já tinha sido agredida anteriormente. “Ela alegou que se não fizesse isso [esfaqueá-lo], ele a mataria”, disse.


O delegado, no entanto, afirmou que a suspeita estava psicologicamente alterada durante o depoimento. A faca e outras evidências colhidas na casa devem ajudar nas investigações.


“Não deu para saber direito o que aconteceu, ela até teve uma crise convulsiva enquanto eu a interrogava e teve que voltar ao hospital”, explicou.

Matéria: G1



Fonte: Inside Vip





Anuncie


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar