Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019
EM MORRO AGUDO, LADRÕES ROUBAM CAMINHONETES E PEDEM “RESGATE”
Em 3 meses, ao menos cinco pessoas foram alvos dos criminosos
Image titlePolícia investiga roubo de caminhonetes em Morro Agudo

A Polícia Civil instaurou um inquérito para descobrir a identidade de ladrões que pedem resgates em dinheiro após roubarem caminhonetes em Morro Agudo.


Em três meses, ao menos cinco pessoas foram alvos dos criminosos. Segundo as vítimas, depois dos roubos, os assaltantes ligam de volta para os proprietários solicitando R$ 5 mil pela devolução dos veículos. Até agora ninguém foi preso.


"Em razão do perfil geográfico e do tipo de veículo que é levado acreditamos que, sim, seja a mesma quadrilha", afirma o delegado João Baptistussi Neto.


Câmeras de segurança registraram um dos assaltos, que aconteceu no Jardim Europa. As imagens flagram o momento em que um assaltante se aproxima de uma caminhonete, que está parada, e em plena luz do dia, manda a motorista descer e foge.


Marido da vítima, o comerciante Silas Fernando Martins conta que a mulher, que havia acabado de estacionar, chegou a pensar que o criminoso só queria o celular. Logo depois do ocorrido, o criminoso ligou para o casal pedindo um resgate de R$ 5 mil.



"De 10 a 12 minutos já ligaram pedindo o resgate, falando que estavam em um desmanche e que queriam resolver da melhor forma possível e naquele momento eu pedi que entrassem em contato com a polícia, porque tem seguro", afirma.


O comerciante Sebastião José Pereira também teve a caminhonete roubada em frente à casa dele no bairro Morada do Lago e, assim como com a mulher de Silas, recebeu uma ligação dos criminosos pedindo um resgate de R$ 5 mil. Ele chegou a depositar R$ 2 mil, mas não teve o carro de volta.


"Agora vamos aguardar, ver o que pode acontecer. O pior já foi. Meus documentos todos estavam lá, RG, CPF, carteira, os cartões dos bancos", diz.


Delegado responsável pelas investigações, João Baptistussi Neto investiga o envolvimento dos mesmos ladrões nos cinco casos registrados na cidade nos últimos três meses. Ele orienta as vítimas a nunca negociar com os criminosos e a sempre comunicar a polícia.


"As vítimas, de alguma forma ou de outra, acabam recebendo ligações de pessoas alegando que têm o veículo na posse e que queria devolver e receber um resgate pra fazer isso. A polícia desaconselha esse tipo de contato e desaconselha esse tipo de pagamento, porque a vítima não vai ter garantia nenhuma de que esse veículo vai ser devolvido", afirmou.

Fonte: G1

Image title



Fonte: Inside Vip





Anuncie


VEJA TAMBÉM


 
Eletropar