COM RESTRIÇÕES, COMÉRCIO PODE REABRIR NA PRÓXIMA SEMANA

A medida está sendo discutida em conjunto com cidades da região, até lá, vale o decreto estadual



Image title


Aconteceu hoje (03) mais uma reunião da Associação Comercial Empresarial de São Joaquim da Barra com o Prefeito Marcelo Mian para tratar de assuntos como a reabertura do comércio. Na seguda-feira (30)já haviam se reunido para discutir planos de apoio e as já divulgadas linhas de créditos concedidas pelo Banco do Povo e Desenvolve.


O comércio está  fechado na cidade há duas semanas e os empresários temem os efeitos da medida.  


Em entrevista à radio local, o prefeito de São Joaquim da Barra, Marcelo Mian, explicou que será realizada uma reunião com os representantes das cidades e do comércio regional, para definir em bloco como serão os próximos dias da quarentena.


“Na próxim segunda-feira vence o nosso decreto municipal, mas temos que respeitar o estadual, que vence na terça. Então, a tendência é que a partir de quarta-feira, comece a flexibilizar a abertura de alguma parte do comércio, com restrição de fluxo e medidas extremas de higiene. Mas isso noticiaremos oficialmente na segunda-feira, pela manhã. Até lá, o comércio permanece fechado, sujeito à multa em caso de desrespeito do decreto. Eu pedi até para a Vigilancia Epidemiológica intensificar essa situação para que possamos disciplinar isso, a saúde é muito importante, vidas é importante, o comércio é importante, emprego é importante, mas uma vida que você perde é uma situação irreparável. Acho que nós temos que ter bom senso e começar a flexibilizar mas com responsabilidade. Não podemos colocar em risco a vida do nosso povo por uma questão de liberar total, isso não vai acontecer,” explicou.


Veja também: Empresários reivindicam apoio à prefeitura

Mian ainda se manifestou a respeito da possibilidade de carreata feita como protesto por alguns comerciantes. “Eles estão no direito deles de protestarem e reivindicarem a medida. Mas gostaria que ficasse claro que isso não influenciará em nada na nossa decisão. Estamos priorizando a saúde e cuidando das vidas dos nossos munícipes, elas vêm em primeiro lugar”.


No domingo haverá uma reunião entre prefeitos das cidades da região para definir em conjunto as medidas que serão tomadas sobre reabertura gradual do comércio. A decisão será comunicada oficialmente na segunda-feira. 



IPUÃ

Em Ipuã foi publicada uma lei do dia 01 de abril com normas gerais e 5 níveis de quarentena.  A cidade, por enquanto, se enquadra no nível  IV, pois não há nenhum caso de Covid-19 registrado até o momento.  


Estão suspensos eventos e festas, festivais culturais, inauguração de obras, atividades em clubes de lazer e qualquer situação que gere aglomeração. O comercio está fechado, com restrições e recomendações para abertura apenas de serviços essenciais à população, listados como:

- Supermercados,
 - Farmácias, 
- Postos de combustível, 
- Bancos e lotéricas, 
- Prestadores de Serviços para Indústrias
- Prestadores de serviços para internet, tv, energia elétrica, manutenção de computadores
- Laboratórios
- Funerária
- Pet Shop
- Lojas de produtos agropecuários
- Restaurantes, lanchonetes, conveniências, padarias, quiosques de lacnhes, pizzarias e similares (com funcionamento exclusivo por delivery).


De acordo com informações da Prefeitura Municipal e da Assessoria de Saúde, não há previsão de normalização do comércio, e se houver registro de casos positivos d Covid-19, a cidade passa a entrar, automaticamente, no modo de quarentena nível V, com restrições mais rígidas.


Em casos de descumprimentos das leis, os infratores estão sujeitos à multa e até detenção.


GUAÍRA

De acordo com a Associação Comercial Industrial de Guaíra, a cidade segue o decreto publicado pelo governador do Estado de São Paulo, João Dória, no último dia 21, que determinou o fechamento do comércio por 15 dias, até o dia 07 de abril, para 645 municípios do estado de São Paulo. “É um momento incerto, não podemos dizer com certeza como as coisas serão, mas até o momento, seguimos o Estado e permaneceremos com o comércio fechado. Dia 07 vemos como as coisas devem proceder,” explicou Denise, da Assessoria de Comunicação da Associação Comercial de Guaíra.


Fonte: Associção Comercial Empresarial de São Joaquim da Barra, Novacidade, Prefeitura de Ipuã e Associação Comercial de Guaíra

GALERIA