PREFEITO VADO, DE ORLÂNDIA, É CONDENADO E PERDE DIREITOS POLÍTICOS

Suspensão dos direitos políticos por três anos, perda judicial do mandato político e pagamento de multa



O prefeito de Orlândia, Oswaldo Ribeiro Junqueira Neto, conhecido como Vado, foi condenado por ato de improbidade administrativa pelo Ministério Público, acarretando na suspensão dos direitos políticos por três anos, perda judicial do mandato político, que ainda deverá ser declarada pela Câmara dos Vereadores, além do pagamento de multa civil equivalente a cinco vezes sua última remuneração no último ano de seu mandato como prefeitol (período 2004-2008).


Em novembro de 2020, mesmo com a pandemia, estão programadas para acontecer as eleições municipais. Com a determinação judicial, Vado passa então a ficar impedido de disputar as eleições.

Com o afastamento de suas funções de chefe do executivo, quem assume é o vice-prefeito e sucessivamente o presidente da Câmara Municipal.

O processo não cabe mais recurso.

Acompanhe o portal de notícias da INSIDE e fique por dentro das atualizações.

Fonte: Novacidade – Orlândia



GALERIA