MOTORISTA DE SERRANA AFIRMA AOS POLICIAIS TER DADO CARONA PARA WESLEY ATÉ RIBEIRÃO PRETO

O homem afirmou aos policiais ter sido Wesley o garoto a quem ele havia dado carona na última quarta-feira, 9



Os investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Franca foram até a região de Ribeirão Preto, na manhã de ontem, 14, em buscas de novas informações sobre o paradeiro de Wesley Pires Alves Filho, de 13 anos, que está desaparecido desde a sexta-feira, 28 de agosto.

Neste domingo, 13, após o caso ganhar repercussão nacional e ser transmitido pelo programa Domingo Espetacular, da TV Record, uma testemunha de Serrana, que é motorista de van, disse aos pais de Wesley ter visto e dado carona ao garoto.

Os policiais civis então foram até a cidade de Serrana e ouviram o motorista. O homem afirmou ter sido Wesley o garoto a quem ele havia dado carona na última quarta-feira, 9. 

Ele disse que o adolescente estava com uma camiseta azul e uma bolsa velha.

Ainda segundo a testemunha, o garoto se aproximou da van nas proximidades da rodoviária de Serrana e perguntou o preço da passagem, mas disse que não tinha condições de pagar. O garoto se afastou e alguns minutos depois voltou comendo um salgado e pediu carona até a cidade de Ribeirão Preto, que foi concedida.



O motorista disse aos policiais que não sabia que o garoto estava desaparecido e, por isso, não acionou as autoridades. O jovem foi deixado próximo à rodoviária de Ribeirão Preto, na avenida Jerônimo Gonçalves, Centro da cidade.

Ele também disse que o jovem em nenhum momento relatou estar perdido ou desaparecido. Segundo ele, o adolescente estava com roupas limpas e apresentava estar saudável.

Após ouvir a testemunha, os investigadores foram até a cidade de Ribeirão Preto e realizaram diligências, mas não obtiveram sucesso em novas pistas.

Ainda segundo a Polícia Civil, eles realizaram buscas na cidade de Batatais, mas também sem novas informações.

O caso de Wesley segue sendo investigado e tratado com prioridade pela DIG. 

Os pais de Wesley também foram até Ribeirão Preto em buscas do filho, mas não tiveram sucesso. Eles aguardam imagens de câmeras de segurança para descobrirem o paradeiro do filho.

Matéria: GCN Franca




GALERIA