INCÊNDIO QUE ACONTECEU NO DOMINGO MATOU 45 ANIMAIS QUEIMADOS EM FAZENDA DE MIGUELÓPOLIS

Prejuízo começou a ser contabilizado e cálculo chega a R$50 mil



Ao menos 30 porcos e 15 vacas morreram queimados no incêndio que aconteceu domingo (13) em uma fazenda de Miguelópolis.

O fogo começou por volta das 13h30 em matagais da região e se alastrou para o pasto, segundo Miguel Oliveira, arrendatário do local. “Faz cinco anos que moro aqui e nunca vi nada igual. (...) A gente estava lá na hora. A gente viu um monte queimado. Não tem nem como explicar, é complicado demais”, afirma.

Oliveira vive com os pais, esposa e um filho de 17 anos em uma área de quatro alqueires paulista, equivalente a 96.800 metros quadrados. Toda a fazenda tem 70 alqueires.

Ele conta que ninguém da família ficou ferido por conta das chamas, apenas o adolescente que precisou ser levado à Santa Casa do município após inalar fumaça. Segundo o arrendatário, o garoto teve queda de pressão, foi atendido, recebeu alta médica e passa bem. “Meu menino ficou mal. Quase desmaiou”, diz.

Nesta terça-feira (15), o arrendatário começou a contabilizar os prejuízos. Por enquanto, o cálculo de perda é de R$ 50 mil entre animais, pasto e as cercas da fazenda que foram queimadas. Segundo Oliveira, no local ainda restaram 10 porcos e 12 vacas, e alguns ficaram feridos.


FOCOS DE INCÊNDIO

Os incêndios na zona rural de Miguelópolis, no domingo, começaram por volta das 12h e toda a chama só foi controlada pelo Corpo de Bombeiros às 21h.

Segundo o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), por conta das chamas e das fumaças, a Rodovia Willian Amim (SP-385) ficou interditada nos dois sentidos do quilômetro 20.

De acordo com o DER, durante o bloqueio na pista, o trânsito foi desviado para a Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) e não causou congestionamento aos motoristas.

Fonte: G1


GALERIA