COMITÊ APROVA SEGURANÇA DA VACINA CONTRA A COVID-19 TESTADA EM RIBEIRÃO

Voluntários vacinados não apresentaram reações adversas, segundo coordenador da pesquisa



O comitê que avalia a eficácia e a segurança da vacina contra o coronavírus (covid-19), a CoronaVac, testada em Ribeirão Preto, aprovou a segurança da substância. Os testes estão sendo realizados em 16 centros de pesquisa em todo o País, incluindo o HC-RP (Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto).  

A terceira e última fase do trabalho no HC-RP começou em julho e, segundo os pesquisadores, ninguém apresentou reações adversas. A notificação informa que o imunizante desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac e pelo Instituto Butantan não apresenta riscos para os voluntários.  


"É uma informação importante. Nós temos visto alguns problemas de segurança para outras vacina para o coronavírus. É normal no desenvolvimento de um produto novo, nós sabemos disso", declarou o médico Eduardo Coelho, coordenador do estudo em Ribeirão Preto.  

A pesquisa para avaliar a eficácia da vacina deve continuar por mais um ano. Mesmo assim, o Governo de São Paulo espera que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprove o composto até dezembro de 2020, quando está previsto o início da campanha de vacinação.  

No final de setembro, o governo estadual assinou um compromisso para a compra de 46 milhões de doses da vacina por US$ 90 milhões. Além disso, ficou acordado a transferência de tecnologia para produzir a vacina no Brasil.  
Matéria: A Cidade On



GALERIA