RETOMADA DE BLOQUEIO DE BENEFÍCIOS DO INSS POR NÃO REALIZAÇÃO DE PROVA DE VIDA SERÁ GRADUAL

Aposentados e pensionistas que não fizeram o procedimento não serão prejudicados até o fim do próximo mês



O bloqueio de benefícios pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por não realização da prova de vida em razão da pandemia, segue suspenso até o fim de novembro. Ou seja, aposentados e pensionistas que não fizeram o procedimento entre março e outubro deste ano não serão prejudicados até o fim do próximo mês. É o que garante a portaria 1.053, publicada no Diário Oficial da União (DOU), no último dia 15. Mas com a aproximação do prazo, o INSS já estuda uma forma gradual de retomar a suspensão dos pagamentos, sem promover uma corrida de beneficiários aos bancos.

Segundo a instituição, não há detalhes de como será o retorno da rotina de bloqueio, suspensão e cessação de benefícios por falta de realização de prova de vida, mas ela não acontecerá ao mesmo tempo para todos os beneficiários. Quando o INSS decidir como fará o escalonamento, a informação será amplamente divulgada.

A prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. Ainda assim, a comprovação da prova de vida continua sendo realizada normalmente pelos bancos e, quem quiser e puder, pode adiantá-la, para evitar encontrar as agências cheias depois.

Em situações normais, a prova de vida é feita pelo segurado anualmente para comprovar que ele está vivo e garantir que o benefício continue sendo pago.
 


VEJA COMO ESTÁ SENDO O TRÂMITE NOS BANCOS

Itaú - Os clientes podem se dirigir à rede de agências, que abre de forma diferenciada para atender exclusivamente ao público de aposentados, pensionistas e demais grupos de risco das 9h às 10h. O procedimento é feito no guichê de caixa. O banco reforça que renova automaticamente a prova de vida dos clientes com biometria cadastrada e que realizam transações bancárias.

Santander - O beneficiário pode fazer via agência com o gerente ou no autoatendimento. Entretanto, desde o início da pandemia, algumas agências estão priorizando o atendimento de idosos, gestantes e portadores de deficiência entre 9h e 10h.

Bradesco - A prova de vida dos beneficiários INSS está sendo realizada normalmente nas agências. Aqueles que possuem biometria podem efetuar o processo nas máquinas de autoatendimento e Banco 24Horas.

Banco do Brasil - O beneficiário, seu procurador ou representante legal deve comparecer à agência para digitar senha cadastrada ou capturar a biometria do próprio beneficiário. A prova de vida também pode ser realizada nos terminais de autoatendimento embarcados com biometria.

Caixa - Os beneficiários INSS estão sendo atendidos no horário de expediente bancário de 8h às 12h.


O QUE FAZER SE NÃO CONSEGUIR IR AO BANCO

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

O acolhimento de procuração pública, termo de tutela, curatela ou guarda exclusivamente para realizar a prova de vida de beneficiários com idade igual ou superior a 60 anos, conforme portaria do INSS, será permitido até 23 de novembro de 2020, desde que as procurações contenham as informações indicadas na citada portaria.

Fonte: Extra - Globo


GALERIA