HOJE É O DIA DE SANTO REIS!

Chegou a hora de desmontar a arvore e enfeites de Natal



Celebrado no dia 6 de janeiro, o Dia de Reis é popularmente conhecido como o momento em que se encerram as celebrações natalinas e a árvore de Natal é desmontada, mas a data é muito mais que isso, ela carrega consigo uma série de significados.

No calendário cristão, o Dia de Reis marca o momento que três reis magos do Oriente foram visitar o recém-nascido Jesus Cristo. A data é conhecida também como dia da Epifania ou Teofania.

Na Bíblia, a referência sobre os três magos está no evangelho de São Mateus. O relato conta que dias após o nascimento de Jesus, magos guiados por uma estrela foram visitar e ofertar presentes para o recém-nascido.

Os três presentes têm um papel importante na celebração, de acordo com a narrativa cristã, Deus provê para os seus fiéis sempre que precisarem. Assim, as ofertas dos reis magos foram parte dessa provisão divina. Os presentes foram ouro, incenso e mirra, um óleo muito valioso usado para embalsamar mortos. Sendo que o ouro e a mirra foram essenciais para a sobrevivência dos pais de Jesus quando, para proteger o recém-nascido, fugiram para o Egito.

No século 7, um autor chamado São Beda, escreveu sobre a passagem dos reis magos. São Beda registrou que os homens que visitaram o menino Jesus seriam persas e praticantes da religião “zoroastrismo” e, provavelmente por isso, surgiu o uso da palavra “magos”.

As tradições da comemoração do Dia da Epifania e da noite de Natal se misturaram ao longo dos séculos. Por exemplo, a troca de presentes acontecia no Dia de Reis, quando de fato os reis magos presentearam o recém-nascido e não na noite de Natal. Por estarem em datas muitos próximas, os hábitos foram se alterando ao longo dos tempos. 


FOLIA DE REIS

Já a “Folia de Reis”, é um grupo que reúne cantadores e instrumentistas para celebrar a data. Tem origem portuguesa e chegou ao Brasil no século XVIII.

Em Portugal, a manifestação cultural tinha a principal finalidade de divertir o povo. Aqui no Brasil, passou a ter um caráter mais religioso e nas localidades que ainda preservam a tradição, no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro, o grupo percorre a cidade entoando versos alusivos à visita dos Reis, passando de porta em porta em busca de oferendas, que podem variar de um prato de comida a uma simples xícara de café.

Em cada casa que é acolhida, a Folia apresenta-se cantando e tocando músicas de louvor a Jesus e aos Santos Reis, em volta do presépio.

O grupo é liderado pelo Capitão e carrega a Bandeira com o símbolo da Folia. Geralmente feita com tecido e decorada com figuras que representam o menino Jesus, a Bandeira é enfeitada com fitas e flores de plástico, tecido ou papel, sempre costuradas ou presas com alfinetes, nunca amarradas com “nós cegos”. Segundo a crença, é para não “amarrar” os foliões ou atrapalhar a caminhada.

Fonte: CNN / João Roberto Rangel – Jovens Conectados



ÚLTIMA EDIÇÃO

GALERIA