FABIANA ARAÚJO - UMA GUERREIRA NOS BASTIDORES DA POLÍTICA

Á frente da Secretaria do Bem Estar e Integração Social de Ituverava, Fabiana fala dos desafios do setor perante a pandemia



Formada em Letras, técnica em contabilidade e cursando gestão pública, Fabiana Araújo é esposa do atual prefeito de Ituverava, Luiz Araújo. Porém, sua função vai além do simples papel de esposa do prefeito, cabendo a ela a administração da Secretaria do Bem Estar e Integração Social do município.


Essa é uma área de grande relevância dentro de uma sociedade. Cabe a essas secretarias sanar as dificuldades encontradas pelas classes menos favorecidas economicamente nos municípios. E este ano, com a pandemia, o setor vem enfrentando grandes dificuldades pelo aumento de pessoas em vulnerabilidade econômica e social gerado pelo desemprego, sendo mais um desafio das gestões públicas.



Fabiana em seu gabinete em Ituverava (foto Victor S. Ferreira)


À frente desse desafio, Fabiana está investindo todo seu potencial, usando suas forças na criação de projetos estratégicos e unindo forças com a sociedade civil para transformar essa realidade. “Acredito que a união entre poder público e sociedade civil nesse momento é fundamental e tende a se fortalecer cada vez mais”, diz a gestora, que junto de sua equipe, mobilizou a iniciativa privada e vem conseguindo atender as famílias ituveravenses. 


Para tudo dar certo, é claro que ela precisa amar o ofício, e amor ele tem de sobra. “Aqui é onde me realizo. Estar em contato com as pessoas diariamente e poder ajudá-las de alguma forma me faz muito feliz”, revela.


(Continua após publicidade)



Dinâmica, estudiosa e dedicada, Fabiana acredita na liberdade de escolha da mulher, que hoje atua em diferentes frentes, exercendo vários papéis e tomando decisões que impactam de muitas formas a vida das pessoas. “Nós, mulheres, estamos conquistando cada vez mais nosso espaço, adquirindo direitos e sendo mais respeitada e valorizada em nossas múltiplas funções, frente a um mercado de trabalho cada vez mais aberto às mulheres, e o que nós queremos, é apenas ocupar esse espaço por nossa capacidade”, esclarece.


Conciliar vida profissional e famíliar é outro grande desafio das mulheres contemporâneas e que Fabiana consegue lidar. “Olha não é uma tarefa fácil, mas com jeitinho e muito amor vamos conciliando. Amo trabalhar, amo minha casa, amo minha família e procuro sempre fazer o meu melhor onde estiver, seja em casa ou no trabalho”.


Fabiana reconhece o valor de sua família, a base que a estrutura tanto emocional como profissionalmente. Foi na própria família que conseguiu apoio para superar um dos momentos de maior desafio, a perda precoce da mãe, que morreu aos 59 anos de ELA – Esclerose Lateral Amiotrófica, doença neurodegenerativa que ainda desafia a ciência e não tem cura.

“Meu maior orgulho é a minha família, minha base, agradeço a Deus por ser quem sou, por minha trajetória. Devo a ela por me ensinar o sentido da vida”.


Fabiana é uma mulher forte nos bastidores da política, que não pensa em recuar mesmo diante dos obstáculos e que segue em frente porque sabe que o melhor esta por vir.



ÚLTIMA EDIÇÃO

GALERIA