NOVO BOLSA FAMÍLIA PODERÁ SER TURBINADO COM AUXÍLIO-CRECHE E PRÊMIO PARA ESTUDANTES

O projeto prevê uma ajuda de R$ 52 para famílias com crianças e auxílio-creche de cerca de R$ 200 para mães que conseguirem trabalho



Após a tentativa sem sucesso de criar o Renda Brasil, a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prepara uma proposta com objetivo de “turbinar” o Bolsa Família em 2021.

O projeto prevê uma ajuda de R$ 52 para famílias carentes com crianças de até cinco anos de idade e auxílio-creche de cerca de R$ 200 para mães que conseguirem uma colocação no mercado de trabalho.


Para incentivar o mérito, o projeto propõe contemplar vencedores da olimpíada de Matemática e alunos que se destacarem em Ciência e Tecnologia e em eventos esportivos, por exemplo.  Neste caso, o prêmio está previsto em R$ 1 mil, segundo técnicos a par do assunto.

Somente para o auxílio-creche, que pode atingir até 8 milhões de crianças, o governo pretende destinar R$ 5,1 bilhões. Nas contas de técnicos do Palácio do Planalto e da equipe econômica, o orçamento do Bolsa Família deve chegar a R$ 34,4 bilhões, atenderá 14,5 milhões de famílias, alcançará 44,2 milhões de pessoas e garantirá um benefício médio de R$ 202.

A expectativa do ministro da pasta, Onyx Lorenzoni, é que a proposta seja anunciada pelo governo depois do segundo turno das eleições municipais.

Fonte: IstoÉ


GALERIA