BOLETIM ECONÔMICO ACE - RELATÓRIO FOCUS, PRÉVIA DO PIB E PESQUISA MENSAL DO COMÉRCIO

Em novembro o comércio varejista nacional ficou próximo à estabilidade após seis meses consecutivos de crescimento



A ACE - Associação Comercial Empresarial de São Joaquim da Barra divulgou o boletim econômico com os dados do Relatório Focus, da Prévia do PIB (IBC-Br) e da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC).

 

VENDAS NO COMÉRCIO

Em novembro de 2020, o comércio varejista nacional ficou próximo à estabilidade (-0,1%) frente a outubro, após seis meses consecutivos de crescimento, no confronto com igual mês do ano anterior, o varejo cresceu 3,4%, no acumulado de 2020, registrou alta de 1,2% no período, já o acumulado nos últimos 12 meses manteve-se em 1,3%, sinalizando estabilidade no ritmo das vendas em relação a outubro.

As vendas do comércio varejista na passagem de outubro para novembro de 2020, teve taxas positivas em cinco das oito atividades pesquisadas: Livros, jornais, revistas e papelaria (5,6%), Tecidos, vestuário e calçados (3,6%), Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (3,0%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (2,6%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,4%).

Por outro lado, os setores de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (- 2,2%), Combustíveis e lubrificantes (- 0,4%) e Móveis e eletrodomésticos (- 0,1%) apresentaram recuo nas vendas frente a outubro de 2020.

Já o comércio varejista ampliado, que inclui, além das oito atividades de varejo, Veículos, motos, partes e peças e Material de construção, manteve o crescimento e registrou a sétima alta no volume de vendas, de 0,6%, em novembro, frente ao mês anterior.

Frente a novembro de 2019, o setor registrou a quinta taxa positiva com aumento de 4,1%, no acumulado no ano apresenta queda de -1,9% e no acumulado em 12 meses de -1,3%.



 


ÍNDICE IBC-BR

O que é o IBC-Br do Banco Central

O IBC-Br é um índice de periodicidade mensal calculado pelo Banco Central, com o objetivo de medir com antecedência a evolução da atividade econômica do país. Este índice incorpora estimativas para a agropecuária, a indústria e o setor de serviços, assim como os impostos sobre os produtos. Em outras palavras o IBC-Br do Banco Central é uma prévia do PIB medido pelo IBGE.

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) apresentou crescimento de 0,59% no mês de novembro.

Segundo os dados do IBGE, em novembro indústria cresceu 1,2%, o setor de serviços 2,6% e o comércio caiu 0,1%.

No trimestre-móvel findo em novembro, o índice apresentou crescimento de 4,36%, de 5,41% no anterior (ago/20) e de 0,52% no mesmo trimestre do ano anterior (nov/19).

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o índice apresentou retração de 0,83% na série sem ajuste e de 0,99% na série com ajuste.

No acumulado do ano, o índice apresentou retração de 2,23% na série sem ajuste e de 2,17% na série com ajuste.

 No acumulado de doze meses, o índice apresentou retração de 4,15% na série sem ajuste e na série com ajuste.

 


BOLETIM FOCUS

PIB

O PIB para o ano de 2021 subiu de 3,41% para 3,45% e para 2022 se manteve em 2,50%.

IPCA

A inflação para o ano de 2021 subiu de 3,34% para 3,43% e para 2022 se manteve em 3,50%.

Selic Meta

A taxa Selic para o ano de 2021 se manteve em 3,25% e para 2022 em 4,75%.

Câmbio

A taxa de câmbio para o ano de 2021 se manteve em R$5,00 e para 2022 em R$4,90.

Indústria

A produção industrial para o ano de 2021 subiu de 4,78% para 5,00% e para 2022 caiu de 2,45% para 2,40%.

Dólar Comercial - PTAX

Taxa de venda – 15/01//21 - R$5,2714.

 

 



ÚLTIMA EDIÇÃO

GALERIA