HEMOCENTRO DE RIBEIRÃO PRECISA DE PLASMA DE PESSOAS RECUPERADAS DA COVID-19

São necessárias doações de todos os tipos sanguíneos, especialmente A e O



O Hemocentro de Ribeirão Preto busca pessoas que se curaram da covid-19, com diagnóstico comprovado e que já tenham se recuperado há mais de 14 dias, para doarem plasma, a parte líquida do sangue. Essas pessoas muito provavelmente já têm anticorpos no plasma que pode ser utilizado nos pacientes internados com a forma grave da doença.

“Aqueles que estão internados recebem o produto como forma de neutralizar o vírus, uma vez que ainda não produziram imunidade, pelo menos em quantidade suficiente”, explicou o professor Gil Cunha De Santis, hematologista do Hemocentro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HC-FMRP) e gerente médico do Centro Regional de Hemoterapia de Ribeirão Preto.
 


Ainda segundo o professor, o HC-FMRP tem usado muito esse plasma, de todos os tipos sanguíneos, mas principalmente dos tipos A e O.  “Espera-se que os pacientes que recebem o plasma de pessoas já recuperadas da covid-19 tenham um menor tempo de internação, inclusive de UTI, e menor risco de morrerem dessa infecção.” 

A doação é simples, dura cerca de uma hora, e pode ser realizada por pessoas com mais de 50 kg, maiores de 18 anos e menos de 60, homens ou mulheres que não tiveram nenhuma gestação (nuligestas). “As mulheres que já tiveram gestação têm uma complicação relacionada aos anticorpos contra um sistema de grupos teciduais, chamado HLA (Antígeno Leucocitário Humano), que pode afetar os glóbulos brancos no receptor e piorar o quadro clínico”, alerta De Santis.

O professor faz um apelo, principalmente aos profissionais de saúde que tiveram a doença e se recuperaram, para que façam a doação, pois existe um número grande de pessoas precisando do tratamento. 

Para doar ligue para o 0800 979 6049, ou WhatsApp (16) 98215-1937, ou (16) 98215-1277, ou envie e-mail para doador@hemocentro.fmrp.usp.br.

Fonte: Jornal da USP



GALERIA