PREVENÇÃO DA LEISHMANIOSE VISCERAL

Palestra sobre doença no Auditório Arthur Parada



Image title

Dia 23 de agosto o Setor de Vigilância em Saúde de São Joaquim da Barra vai promover uma palestra sobre a prevenção e controle da Leishmaniose, doença infecciosa causada por parasitas do gênero Leishmania.


O evento vai acontecer no Auditório Arthur Parada, a partir das 13h00. A palestra será ministrada pelo veterinário do setor de vigilância em saúde da Prefeitura, Dr. Bruno Emerson Bernardes da Silva. No encontro, o profissional passará informações educativas sobre a prevenção e o controle da doença. Participarão do evento os profissionais da área da saúde do município e estudantes da área.


Lembrando que o convite é extensivo para estudantes do ensino superior e técnico da área da saúde.


Para quem não conhece a doença as principais fontes de infecção são os animais silvestres e os insetos que abrigam o parasita em seu tubo digestivo, porém, o hospedeiro também pode ser o cão doméstico. Existem dois tipos da doença: a visceral e a cutânea.


Sintomas da Leishmaniose visceral: febre irregular, prolongada; anemia; indisposição; palidez da pele e ou das mucosas; falta de apetite; perda de peso; inchaço do abdômen devido ao aumento do fígado e do baço.


Sintomas da Leishmaniose cutânea: duas a três semanas após a picada pelo flebótomo aparece uma pequena pápula (elevação da pele) avermelhada que vai aumentando de tamanho até formar uma ferida recoberta por crosta ou secreção purulenta. A doença também pode se manifestar como lesões inflamatórias nas mucosas do nariz ou da boca.



GALERIA